Postado por:

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    LECY RIBEIRO DA CRUZ

    Explêndido, sinceramente há muito não se via uma matéria com abordagem tão abrangente e correta. Todavia, faço algumas considerações à fala do companheiro, pois as que faço são do ponto de vista da ponta da tributação, o consumidor, seja ele PF ou PJ: Primeiro, a população e até mesmo a grande maioria dos empresários brasileiros não entendem quando você fala em modelo de tributação ou de governo; Segundo, a grande maioria ou a quase totalidade sabe muito bem, o percentual de seu suor está indo para os cofres públicos, 34%, 40%, 28%, e este não é bem o caso; Terceiro, o que todos sabemos e queremos é muito simples, tributação justa e suficiente para manter o sistema, o País; Quarto, agora este último é parte do que o colega também entende. Nossa tributação não baixa por que os políticos não querem, e eles não querem por que eles implantaram o sistema que lhes interessa, e lhes interessa para mamarem e politicarem como o fazem agora, até com o dinheiro da pandemia, dinheiro de tratar os doentes e que o executivo e legislativo aprovaram com dignidade, mas muitos envolvidos com os próprios aprovadores, o desviam, o roubam, até da merenda das crianças. É esta falta de VERGONHA e RESPEITO ao povo que precisam nossos políticos, e baixarem as alíquotas de impostos, em baixando, a base de tributação irá crescer e a arrecadação será mantida. E num futuro médio quem sabe sermos exemplo, poder baixar e muito, e tendo um imposto único, uma máquina enxuta e apenas a necessária. A máquina está inchada é por que nossos políticos interessam por ela assim, quanto mais simples e eficiente, menos possibilidade de malandragens. Por que até hoje continua prefeitos e governadores indo a Brasilia mesmo que via deputados pedir dinheiro. Temos até Lei aprovada, apenas não regulamentada para isto, o dinheiro já ser creditado pelo banco arrecadador para a Prefeitura e Governo. Simples, justo, correto, mas querem? C O N G R E EEEEE S S O, Alô AlÔooooo.

    Responder

    fernando jose sardenha

    pode fazer a reformar que for tributaria, enquanto não aprovar uma reforma pra valer administrativa , e cortar previlégios de deputados, senadores, stf, stj e outros não irá resolver o caixa do governo.

    Responder

Receba nosso conteúdo diariamente no seu e-mail

Receba as Principais Notícias do Portal Contábil SC

Diretamente no seu E-mail todos os dias

Não se preocupe, seu e-mail não será enviado a terceiros e nem para spams