fbpx
29/05/2024 POSTADO EM: Artigos Contabilidade Tributário e Fiscal

Postado por:

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Sebastião Bernardino

    Quando se fala em apropriação indébita, como crime cometido pelo cidadão contribuinte, deveríamos falar dos crimes cometidos pelo poder público que não cumpre o papel imposto pela constituição. Arrecada-se muito e não dá ao cidadão o que é de direito. Caso concreto está no fato de um aposentado assalariado que para cada real que recebe, o governo leva cinquenta dois centavos (isto somente com o imposto de renda retido e a contribuição previdenciária). Depois deste um real, tudo que se adquire é tributado. Paga-se todos os impostos da cadeia produtiva, distribuição e prestação de serviços. Onde vai tanto dinheiro, se não temos nenhum beneficio? Não temos saúde, não temos educação e muito menos segurança. O dirigente governamental ao não cumprir com seu papel não comete crime? O debate é longo e poucos percebem a extorção sofrida pelo cidadão de bem. É preciso uma análise e tomada de providências.

    Responder