fbpx

Postado por:

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito − sete =

    LECY RIBEIRO DA CRUZ

    Se possível façam chegar à quem de direito, ou, quem de dever de apresentar o assunto pela opinião pública. Creio que posso dizer em nome da população brasileira, que neste caso estamos de acordo com o o Sr. Maia, contra esta CPMF como está proposta, pois na verdade é mais um imposto para compor a já exorbitante carga tributária, pois até prova contrária a maior parte dos especialistas entendem que a reforma já está “aumentando a carga para alguns setores” como o caso do de serviços, e por certo a norma não viria exluindo este setor da incidência da CPMF. Assim o setor ficaria altíssimamente penalisado com a reforma em detrimento dos demais. De fato, a CPMF como me lembro das primeiras propostas do Sr. Ministro, só seria “benvinda” se for como imposto único. Do contrário a população não aceita e pronto.

    Responder