20/01/2016 POSTADO EM: Economia Notícias

Postado por:

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × 5 =

    JORGE ALMADA

    BANCO CENTRAL E A TAXA DE JUROS A TABELINHA DO EMPOBRECIMENTO
    Não é ser pessimista é evidenciar as altas de preços em janeiro nos supermercados e feiras. Não precisa ser economista, é só constatar que no governo Dilma a inflação nunca ficou nem próximo do centro da meta. Existe uma inflação residual resultado de alinhamentos de preços em 2016 e a desvalorização do real frente ao dólar, a inflação deve ficar em torno de 8 a 9%. Por outro lado, não adianta o BC aumentar a taxa de juros pois esta ferramenta de combate a inflação não está funcionando.

    Responder

Receba as Principais Notícias do Portal Contábil SC

Diretamente no seu E-mail todos os dias

Não se preocupe, seu e-mail não será enviado a terceiros e nem para spams