fbpx
22/03/2016 POSTADO EM: Economia Notícias Tributário e Fiscal

Postado por:

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × 5 =

    Josaldo Silva

    O governo, se realmente está bem intencionado, deveria primeiro encaminhar as propostas de reformas para o congresso e, aí sim, durante a tramitação, poderia pleitear aumento de impostos PROVISÓRIOS.

    Responder