fbpx
18/06/2018 POSTADO EM: Notícias Tributário e Fiscal

Postado por:

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

18 − 6 =

    marcos romero dutra

    isso é historinha da procuradoria, esta tudo combinado o banco faz o que quer, deixa rolar a vontade, depois de anos se locupretando-se do dinheiro do povo vai para o CARF e por milagre é perdoado. Depois falam dos políticos , tinha que por todos na CADEIA.

    Responder