16/05/2019 POSTADO EM: Economia Notícias Tributário e Fiscal

Postado por:

Comentários:

Deixe uma resposta para LECY RIBEIRO DA CRUZ Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    JOÃO CLAUDINO GONÇALVES

    Um absurdo estas idéias do Paulo Guedes. Bolsonaro tem que demitir este sangue-suga dos brasileiros. Onde é que vamos parar estas propostas absurdas deste ministro?

    Responder

    JOSE CARMO SANCHES DESTRO

    O Governo têm que resgatar a creditabilidade, quem desviou recursos públicos têm que devolver o dinheiro, a Gestão desse amaranhado de Juízes das Leis, têm também de ser vasculhado, senão esse prende e solta não vai parar, a impressa fala foi preso……, e dai onde está a prestação da grana desviada, os gastos públicos e as mordomias devem ser cortadas de imediato, só assim o povo será a contribuição lúcida a luz de toda iniciativa Governamental.

    Responder

    Aline Fernandes Bernardino

    Desonerar IRPF é injetar recursos no mercado, é dar poder de compra ao trabalhador. Quem ganha até 10 salários mínimos não poupa, ele consome. Se aumenta o consumo, tem de aumentar produção, se tem que aumentar produção tem que aumentar o número de empregos. É uma cadeia> O IRPF que deixa de ser recolhido volta em forma de outros recursos originários do consumo. Muito poderia se falar sobre o assunto, mas acho que com o mínimo de inteligência e raciocínio, isto estaria explicado.
    O senhor GUEDES fala em cortar deduções com saúde, se corta estas deduções só vai aumentar a sonegação, porquê pedir recibos ou NF, se o contribuinte não tem nenhuma vantagem?
    O assunto é palpitante, daria uma excelente monografia.

    Responder

    LECY RIBEIRO DA CRUZ

    Eu nunca consegui ver se algum comentário desta coluna é apresentado, assim não sei se adianta fazê-lo mas se tiver chegando no conhecimento de você editor já valeu. Você coloca a questão como uma vontade ou promessa de apenas retirar as deduções, corroborando com a falta de atualização da tabela. Mas o que está proposto pela própria matéria é que haverá uma repaginação total do sistema, veja que a redução das alíquotas de tributação está em estudo no montante.

    Responder

Receba nosso conteúdo diariamente no seu e-mail

Receba as Principais Notícias do Portal Contábil SC

Diretamente no seu E-mail todos os dias

Não se preocupe, seu e-mail não será enviado a terceiros e nem para spams