08/02
SESCON Grande Florianópolis
INÍCIO
26/03/18
TÉRMINO
06/04/18

INFORMAÇÕES

INVESTIMENTO
Obs.: Está incluso no valor – material didático impresso(apostila), kit (bloco para anotações, caneta e pasta), 08 coffees break e o certificado.

Associados SESCON Grande Florianópolis que pagam a contribuição Sindical: R$ 550,00

Associado SESCON Grande Florianópolis ou Contadores em dia com o CRC: R$ 690,00

Parceiros: R$ 900,00

Demais interessados: R$ 1.180,00

FORMAS DE PAGAMENTO: à vista no boleto, *em até 3x nos cartões Visa e MASTERCARD ou em 1+3 no cheque.

Você que está cadastrado no programa Fidelidade Prime, poderá resgatar seus pontos para pagamento da sua inscrição, total ou parcial. Informe-se e aproveite.

Informações: (48)3222-1409 ou cursos@sescongf.com.br

O SESCON Grande Florianópolis reserva-se ao direito de realizar o curso somente após o fechamento da turma. Reembolso somente para inscrições canceladas até 72h antes da realização do curso.


INFORMAÇÕES ADICIONAIS

DATAS: 26/03, 27/03, 05/04 e 06/04/2018

HORÁRIOS:

26/03/2018 – 08h30min às 12hs e das 13hs às 17h30min

27/03/2018 – 08h30min às 12hs e das 13hs às 17h30min

05/04/2018 – 08h30min às 12hs e das 13hs às 17h30min

06/04/2018 – 08h30min às 12hs e das 13hs às 17h30min

CARGA HORÁRIA: 32h

PÚBLICO ALVO
Profissionais da área contábil em geral, com maior ênfase aos assistentes e analistas que procurem por atualização ou reciclagem na matéria. Preferível que o participante seja usuário de planilhas eletrônicas (MS Excel ou equivalente).

Objetivo: Partindo de um balancete de verificação inicial, será desenvolvida, em âmbito prático, mediante o uso de software e/ou planilhas eletrônicas, a realização de lançamentos contábeis complementares, revisão de nomenclaturas e reclassificações entre contas ou grupos, exercícios de conciliação de contas patrimoniais – fontes internas e externas, cruzamento com obrigações acessórias, ajustes decorrentes dos atuais métodos e critérios contábeis vigentes comuns às entidades de fins lucrativos enquadradas como PME (NBC TG 1000) – tais como quotas de depreciação de bens do ativo imobilizado, inclusive sobre custo atribuído (deemed cost), ajustes a valor presente e a valor justo, provisões e “impairment” – e seus reflexos tributários a partir da vigência da Lei 12.973/2014, cálculo e contabilização do IRPJ e CSLL – corrente e diferido (presumido e real) e a elaboração das demonstrações contábeis, no âmbito da ECD, com ênfase nas notas explicativas e DFC.

Nível: Intermediário/Avançado. Pré-requisito: curso de Prática de Lançamentos Contábeis ou atuar com escrituração contábil há pelo menos 3 (três) anos.

Metodologia: associa interação de ordem prática com o participante com exposição de fundamentos teóricos, apresentados na apostila. Obrigatório o uso de notebook com MS Excel ou equivalente instalado. Alternativa de utilização de software para os tópicos relativos ao balancete inicial e lançamentos (opção: Domínio).

Conteúdo Programático

1          – Balancete de verificação inicial

1.1      – Análise da consistência dos saldos

1.2      – Adequação de nomenclatura de acordo com as normas contábeis vigentes

1.3      – Reclassificações de saldos

1.3.1   – Entre Circulante e Não Circulante

1.3.2   – Entre Ativo e Passivo (ou vice-versa)

1.3.2.1  – uso de contas redutoras

1.4      – Mapeamento com o plano referencial e identificação da necessidade de abertura de contas

 

2          – Importação de registros de outros módulos ou sistemas

 

3          – Lançamentos contábeis complementares

3.1      – Mercadorias faturadas e não entregues

3.2      – Devolução de venda do exercício social anterior

3.3      – Perdas estimadas com créditos de liquidação duvidosa (PECLD) e perdas no recebimento de créditos

3.4      – Rendimentos de aplicações financeiras de renda fixa

3.5      – Créditos de ICMS, PIS e COFINS sobre aquisição de ativo imobilizado

3.6      – Despesas e receitas antecipadas

3.7      – Juros sobre empréstimos, IOF e IRRF incidentes

3.8      – Atualização monetária de tributos a recuperar

3.9      – Apropriação de juros e multa de mora e atualização de parcelamentos tributários

3.10    – Variações cambiais

3.11    – Atualização de impostos a recuperar

3.12    – Ganho ou perda na alienação de bem do ativo imobilizado

3.13    – PIS/COFINS apurados no período sobre demais receitas e créditos (regime não cumulativo)

3.14    – Reclassificações e transferências entre contas

 

4          – Conciliação das contas patrimoniais

4.1      – Principais fontes de informação

4.1.1   – Externas

4.1.2   – Internas

4.2      – Check-list

4.2.1   – Extratos, demonstrativos e relatórios

4.3      – Individualização analítica

4.3.1   – Por título e participante

4.3.2   – Por bem ou direito

4.4      – Elaboração de planilhas eletrônicas

4.5      – Cruzamento com declarações e obrigações tributárias acessórias

 

5          – Ajustes decorrentes dos novos métodos e critérios contábeis – entidades com fins lucrativos enquadradas como PME

5.1      – TG 1000 – Resolução CFC 1.255/2009 – aspectos gerais

5.2      – Quotas de depreciação do ativo imobilizado

5.2.1   – sobre custo de aquisição

5.2.2   – sobre custo atribuído (deemed cost)

5.3      – Ajustes a valor presente

5.4      – Ajustes a valor justo

5.5      – Provisões para riscos

5.6      – Perdas estimadas com recuperabilidade de ativos (impairment)

5.6.1   – Estoques

5.6.2   – Imobilizado

5.7      – Reflexos tributários após a vigência da Lei 12.973/2014

5.7.1   – Adoção de subcontas

5.7.2   – Controle na Parte B do Lalur/Lacs da ECF

 

6          – Juros sobre capital próprio e lucros distribuídos

6.1      – Cálculo e contabilização dos JSCP

6.1.1   – Contabilização proposta pela IN RFB 1.700/2017 – Exclusão no Lalur/lacs

6.2      – Lucros distribuídos com isenção de IRRF

6.2.1   – Pré-requisitos legais e contratuais

 

7          – IRPJ e CSLL

7.1      – Cálculo e contabilização do IRPJ/CSLL

7.1.1   – Devido (corrente)

7.1.2   – Diferido

 

8          – Demonstrações contábeis

8.1      – Observância quanto ao leiaute e regramento da ECD

8.2      – Notas explicativas

8.3      – Demonstração dos fluxos de caixa (DFC) e do resultado abrangente (DRA)

8.4 – Ajuste decorrente de retificação de erros de exercícios anteriores – exercício prático

 

Facilitador: Édison Remi Pinzon – Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), MBA em Gestão Tributária pelo INPG, atuou por mais de 20 anos nas áreas contábil, tributária e de controladoria de empresas industriais e de serviços e por 4 anos como analista de negócio em implantação de ERP, especialista em soluções na área de planejamento fiscal empresarial, consultor certificado do programa FORCEC, responsável pela  Atuábil Consultoria e Cursos, instrutor de cursos na Consult, SESCON/SC, SESCON/GF, SESCON/RS, SESCAP Londrina (LDR), CRC/PR, Karlinski Treinamentos Empresariais (RS), Doria Cursos e Socion Training. Palestrante de cursos gravados para o CRCPR em 2017 e para a UNIFENACON em 2015. Autor de artigos tributários publicados pelo SESCAP/PR, SESCON/GF e Veritae Orientador Profissional (RJ).

Receba nosso conteúdo diariamente no seu e-mail

Receba as Principais Notícias do Portal Contábil SC

Diretamente no seu E-mail todos os dias

Não se preocupe, seu e-mail não será enviado a terceiros e nem para spams